tony monti eXato acidente

leio, escrevo e apago




  • três coisas que eu
    gosto - infantil -
    (2013)


    Capa de eXato acidente
    eXato acidente
    (2008)



    Capa de o menino da rosa
    o menino da rosa
    (2007)




    Capa de O Mentiroso
    o mentiroso
    (2003)





  • e-mail do Tony:
    monti1979 arroba gmail ponto com



  • Arquivos

On the waterfront – notas

Posted by Tony Monti em 10.06.2010

Depois de assistir ao bom “12 homens e uma sentança” (12 angry men), assisti agora ao “Sindicato de Ladrões” (On the waterfront), da mesma época. É um filme precioso. Escrevo para mim mesmo, para organizar umas ideias, o que me ajuda a lembrar do filme depois. Pequenas notas chatas. Fora o que há no imdb, que informações um bibliotecário incluiria na ficha do filme para facilitar uma busca futura?

Marlon Brando no começo da carreira está muito bem. Gosto muito também do Lee J. Cobb, que também está no “12 homens e uma sentença”. “12 homens…” se passa inteiramente dentro de um tribunal. Há também em “Sindicato…” um momento decisivo no tribunal. É um elemento significativo no cinema americano. Em “Sindicato…”, é um dos símbolos maiores da civilidade em contraposição à vida à margem da lei. A vitória no tribunal é determinante para que uma pequena revolução aconteça. Depois desta vitória, o poder armado e a força bruta dos combates corpo-a-corpo tornam-se menos importantes na lógica das relações sociais no porto. Há assim uma visão bem positiva das instituições do Estado.

A pequena revolução no cais do porto é feita contra uma máfia e não contra uma empresa que agiria dentro das regras da lei. Assim, ainda que aconteça um movimento que elimina privilégios, não é exatamente contra o capital que tudo é feito. O movimento é contra a ilegalidade.

A revolução começa depois que um homem sozinho se arrisca. Apenas depois de ele enfrentar a máfia que oprimia os trabalhadores é que os outros se juntam a ele. Este heroismo tem seu lado otimista, mas não narra uma contraparte negativa: o quanto são improváveis o sacrifício e a vitória deste homem só. De qualquer modo, configura na narrativa a imagem de uma sociedade em que alguma justiça é possível.

Dois elementos que movem este homem são a morte de um familiar (um irmão) e a paixão por uma mulher. Estes afetos (próprios da casa) são motivos frequentes também no cinema americano e provocam parte dos gestos públicos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s